Lançamento do Coletivo Viva.Cidade ocorreu na noite desta terça-feira

19 abril 2018

A ocasião também foi marcada pela palestra do TransLAB.URB, de Porto Alegre, integrando a programação do Saergs Na Estrada

Na noite desta terça-feira (17/4), a comunidade de Caxias do Sul acompanhou o lançamento do Coletivo Viva.Cidade. Um projeto que tem como objetivo promover intervenções urbanas com uma participação ativa da sociedade. Realizado nas dependências da Biblioteca Parque, no Largo da Estação Férrea, o evento, que reuniu cerca de 100 pessoas, faz parte do Projeto Saergs Na Estrada. Uma iniciativa organizada pelo Sindicato dos Arquitetos no Estado do Rio Grande do Sul (Saergs), com patrocínio do CAU/RS e apoio do IAB de Caxias do Sul, do Sala de Arquitetos e da Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA).

Prestigiaram o encontro o presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul, Tiago Holzmann da Silva, a presidente do Sindicato de Arquitetos do Rio Grande do Sul, Maria Teresa Peres de Souza, a presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil, Núcleo Caxias do Sul, Silvia Nunes, a presidente da Associação Sala de Arquitetos, Adriane Karkow e a vereadora Denise Pessôa. Além disso, estavam presentes representando a Federação Nacional dos Arquitetos, Eduardo Bimbi, e pela Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura, Tagir Fattori.

A presidente do Saergs, Maria Teresa Peres de Souza, destacou que o Saergs Na Estrada já está no terceiro ano de atividades, e serve como um elo de aproximação das pessoas para compartilhar ideias, promover discussões, trazer mais informação, apoiar os profissionais e engajar iniciativas como a do Viva.Cidade. “As cidades devem ter vida e para isso as pessoas devem estar atuando”. Neste primeiro semestre, o projeto do sindicato ainda vai passar pelas cidades de Pelotas e Porto Alegre.

Neste contexto, o presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul, Tiago Holzmann da Silva, reiterou a importância de realizar movimentos como estes para a troca de informações. “Devemos atuar de maneira colaborativa, e percebemos que o momento é de maturidade, em que as pessoas estão percebendo e entendendo a relevância dessas iniciativas”.

A partir de agora, o Coletivo Viva.Cidade vai montar grupos de pessoas com a intenção de criar e pensar projetos que mesclem Arquitetura e Urbanismo, Sociologia, Psicologia, entre outras áreas, de maneira transdisciplinar. “Queremos modificar essa visão passiva da sociedade e entender a cidade como um ser vivo que está em eterna modificação”, destacou o Cofundador do Viva.Cidade Tiago Fiamenghi. Ele ainda ressaltou que a iniciativa é uma expansão do movimento Limpa Caxias que surgiu no ano de 2012, com uma proposta focada em debates sobre poluição visual e intervenções no patrimônio histórico. O evento contou ainda com a exposição dos alunos do Centro Universitário da Serra Gaúcha, que teve a temática “Patrimônio e progresso: o caso Cesa”, workshop ministrado pela docente Taísa Festugato.

Para finalizar, o coletivo TransLAB.URB, de Porto Alegre, realizou uma palestra com o tema “Criação de Rede Distribuída e Empoderamento do Espaço Público”. O grupo, representado pelos arquitetos e urbanistas Fausto Isolan, Fernanda Fedrizzi, Isadora Scopel, Leonardo Brawl, Mario Prati e pelo psicólogo social Rafael Knebel, também apresentou uma ação de Urbanismo Tático no local, com a chamada Arquitetura Efêmera Inflável. Tudo com a intenção de inserir a complexidade do urbanismo na realidade das pessoas.

© SAERGS · Por Aldeia