Saergs elenca ações de destaque ao longo de 2019

29 novembro 2019

A diretora de Comunicação do Sindicato dos Arquitetos no Estado do RS (Saergs), Gislaine Saibro, apresentou balanço das ações realizadas ao longo de 2019 durante a primeira mesa do 43º Encontro Nacional de Sindicatos de Arquitetos e Urbanistas (ENSA) – Clóvis Ilgenfritz, realizado em Salvador, na Bahia.

O evento segue até domingo e reúne lideranças de 18 unidades da federação para debater os rumos do movimento sindical e os dilemas da profissão de Arquitetura e Urbanismo. Para o encontro desse ano foi adotado o nome do arquiteto e urbanista gaúcho e ex-presidente do Saergs, em homenagem a sua dedicação à categoria.

O ENSA é um evento realizado pela Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA), entidade da qual o Saergs faz parte.
Na ocasião, Gislaine detalhou parte do planejamento estratégico do Saergs, que incluem projetos e convênios desenvolvidos neste ano, iniciativas que contam com eventos e debates de valorização da profissão e seus benefícios à sociedade. Entre as novidades de 2019 está uma série de vídeos denominda Saergs na Estrada via Web, que leva informações básicas sobre a profissão aos profissionais por meio das redes sociais do Saergs. Gislaine pontuou dificuldades vividas pelo movimento sindical, realidade que não é diferente no RS. Contudo, ponderou que muitas atividades do sindicato vêm sendo mantidas com base em convênios realizados com o CAU/RS.

De acordo com Gislaine, embora o Saergs tenha firmado vários convênios nos últimos meses, por meio de edital com o CAU/RS, e cujas iniciativas resultaram em sólida participação, não houve resultado para ampliação do quadro associativo. “Nossos eventos são sempre bem prestigiados e ampliam nossa credibilidade, e temos conseguido trazer tambėm jovens arquitetos e urbanistas para participar de nossas ações, mas isso não têm sido traduzido em ampliação de representatividade. Se a filiação fosse proporcional à participação a situação seria bem diferente”, pontua. Segundo a dirigente, os principais meios de provocar filiação, atualmente, são os convênios ou os beneficiários de acordos coletivos, que passou a ser uma prática.

Dentre as demais apresentações feitas por sindicatos de diversas partes do país, o Saergs pôde demonstrar sua capacidade de ação que supera as dificuldades estruturais e da conjuntura nacional adversa. Ao final mesa, o contador do Saergs Valtuir Silveira apresentou a regularidade das contas do sindicato do Rio Grande do Sul.

© SAERGS · Por Aldeia