Locais

Capacitação de Escritórios para o Mercado Exterior: Participe da oficina gratuita em Santana do Livramento

Abre-ExportaçãoArquitetos e urbanistas brasileiros que vivem perto de áreas de fronteira receberão treinamento especializado para realização de projetos e execução de obras em outros países. O programa Capacitação de Escritórios para o Mercado Exterior vai promover, entre os meses de março e junho, cinco oficinas gratuitas de capacitação em vários pontos do Brasil, com o objetivo de ampliar o mercado de trabalho dos profissionais brasileiros, principalmente em países vizinhos como Argentina, Paraguai, Uruguai e Guiana Francesa. Em 2015, as exportações de serviços de Arquitetura e Urbanismo renderam R$ 16,9 milhões aos escritórios brasileiros.   A segunda oficina, com inscrições abertas para arquitetos e urbanistas de todo o país, será realizada no dia 12 de abril em Santana do Livramento (RS), em parceria com o CAU/RS. Serão 100 vagas, 70 delas destinadas aos profissionais do Rio Grande do Sul e outras 30 aos profissionais do restante do Brasil. A agenda das oficinas é a seguinte:  

  • Foz do Iguaçu (PR): 31 de março (Inscrições encerradas)
  • Santana do Livramento (RS): 12 de abril. Inscreva-se já!
  • Chapecó (SC): 18 de maio
  • Dourados (MS): 1 de junho
  • Macapá (AP): 29 de junho
  Antes da inscrição, recomendamos a leitura de alguns textos e apostilas para a melhor compreensão e aproveitamento do conteúdo da capacitação. Clique aqui para baixar o material.   A iniciativa inédita é fruto da parceria entre o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), a Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), o Ministério das Relações Exteriores (MRE) e o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).  Apoiam a iniciativa a Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA), a Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo (ABEA), Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP) e a Federação Nacional dos Estudantes de Arquitetura e Urbanismo (FeNEA).  Os objetivos das oficinas são os seguintes:  
  • Posicionar internacionalmente os profissionais e escritórios brasileiros de Arquitetura e Urbanismo que atuam em regiões de fronteira;
  • Capacitar os profissionais e escritórios brasileiros de Arquitetura e Urbanismo fronteiriços a atuarem na Argentina, Paraguai, Uruguai e Guiana Francesa;
  • Aumentar o número de exportações de serviços de Arquitetura e Urbanismo.
  O coordenador da Comissão de Relações Internacionais do CAU/BR, conselheiro Fernando Diniz (PE), destaca que desde 2014 a comissão tem buscado se aliar a instituições estrangeiras com o objetivo de fortalecer a atuação da Arquitetura nacional pelo mundo. “Queremos ampliar o mercado e aumentar nossa presença no exterior, tanto em termos econômicos como culturais”, afirma. “O Brasil precisa explorar melhor o potencial desses escritórios de fronteira, nessas áreas existem demandas locais que são muito importantes para o desenvolvimento regional”. Veja a programação completa das oficinas:   Foz do Iguaçu (PR) Endereço: Auditório da Polícia Federal – Av. Paraná, 3471, Jardim Polo Centro – Foz do Iguaçu/PR Data: 31 de março de 2017   Santana do Livramento (RS) Endereço: Hotel Jandaia, Sala Florence A – Rua Uruguai 1452, Centro – Santana do Livramento/RS Data: 12 de abril de 2017  
Horário Programa Palestrante
9h às 9h10 Mesa de abertura CAU/BR, CAU/UF, ASBEA, FNA e MDIC
9h10 às 10:40 Abertura CAU/BR, ASBEA, SISCOSERV (MDIC), NBS (MDIC)
10h40 às 11h Intervalo
11h às 12h30 Legislação nacional CAU/BR
12h30 às 14h Intervalo para almoço
14h às 15h30 Legislação internacional CAU/BR
15h30 às 15h45 Intervalo
15h45 às 17h15 Preparar a empresa – Passo a passo da exportação do serviço de Arquitetura – Formação de preço – Responsabilidade civil – Seguro ASBEA e MDIC
17h15 Encerramento
    1. Abertura 1.1. Níveis de maturidade da matriz exportadora; 1.2. SISCOSERV; 1.3. NBS; 1.4. Panorama dos países fronteiriços; 1.4.1. A relevância dos aspectos culturais genéricos e dos cuidados particulares em cada país; 1.4.2. Indicadores; 1.4.3. Legislação; 1.4.4. Regulamentação da profissão nos países fronteiriços; 1.4.4.1. Acesso à profissão; 1.4.5. Principais atividades e áreas de atuação;   2. Legislação nacional 2.1. Carta de serviços; 2.2. Lei 12378/2010; 2.3. Resoluções CAU/BR; 2.3.1. Resolução CAU/BR nº 21: Atividades e atribuições profissionais do arquiteto e urbanista e dá outras providências; 2.3.2. Resolução CAU/BR nº 51: Dispõe sobre as áreas de atuação privativas dos arquitetos e urbanistas e as áreas de atuação compartilhadas com outras profissões regulamentadas, e dá outras providências; 2.3.3. Resolução CAU/BR nº 91: dispõe sobre o Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) referente a projetos, obras e demais serviços técnicos no âmbito da Arquitetura e Urbanismo e dá outras providências; 2.3.4. Resolução CAU/BR nº 93: dispõe sobre a emissão de certidões pelos Conselhos de Arquitetura e Urbanismo dos Estados e do Distrito Federal (CAU/UF) e dá outras providências; 2.4. Código de Ética e Disciplina;   3. Legislação internacional 3.1. Acordos internacionais do CAU/BR; 3.2. Acordo Marco MERCOSUL; 3.3. Acordo de Cooperação CAU/BR e Ordem dos Arquitectos de Portugal; 3.4. Memorando de Entendimento entre o CAU/BR e o Conseil National de l’Ordre des Architectes da França; 3.5. Legislação internacional;   4. Preparar a empresa 4.1. Registro no CAU; 4.2. Modos de exportação; 4.3. Documentos necessários à exportação de serviços;   5. Passo a passo da exportação do serviço de Arquitetura   6. Formação de preço 6.1. Honorários; 6.2. Tributação;   7. Responsabilidade civil Fonte: CAU/BR